16 junho 2013

(...) o tempo que vive das palavras


lembrei-te tanto e tanto (podia encher um caderno apenas feito dessa palavra 'tanto') quando o ouvi tocar carinhoso do Pixinguinha.
desconhecia a música, o cantor e a letra.
não é grave. grave seria não nos conhecer.

agudo é o presente. não nos podermos.
estás cravado em mim.