09 junho 2013

'inperfecto' (ou shuffle)

enquanto escrevo, deleito-me ao som de Rachmaninov [Piano Concerto No. 1]

que as acabadas ou perfeitas ( o meu latim não me permite tanto, ou quase nada) implicam, pelo menos, condições para que tal aconteça. e uma vez perfeitas ou acabadas, é saber ouvi-las e senti-las, do outro lado de quem as compôs. 
sabe um compositor ser fruidor, depois de e não enquanto que?

qual a minha sinfonia? eu que componho e desfruto, em simultâneo.
pergunto-te, desta vez incongruentemente, sem espera de resposta.
é uma pergunta de mim para mim. é esta a minha verdade.

hoje, as minhas verdades são, também outras, que em nada se casam com a música.
- será o Paulo Fonseca a melhor escolha? (previa isto desde o inicio, contra quase tudo e todos. parece-me que sim) (o Domingos a vir para o Glorioso, seria antes do outro palerma)(aqui, também se escreve sobre estas coisas)
- este dia de primavera, em que o cheiro das glicínias, das amendoeiras e das magnólias não
entrou abruptamente pelo meu quarto adentro. não é o tempo de todas elas, como não é este o meu compasso.
- saber-te perto de mim e tentar agarrar o silêncio.
- são-me mais fáceis as letras e os desenhos, agora que és.
- não estou a saber ser tão elegíaca ultimamente, porque existes em mim.


e porque isto hoje é em shuffle mode termino com:

'... Pois o homem ama e venera outro homem desde que não o possa julgar, e o desejo é testemunho de um conhecimento imperfeito' ... ' Estavas hoje mais belo do que seria possível dizer, e Aschenbach sentiu dolorosamente, como muitas vezes antes, que a palavra pode apenas louvar a beleza sensual, nunca reproduzi-la.' Thomas Mann, A Morte em Veneza


2 comentários:

  1. Anónimo21:42

    Por artes mais ou menos labirínticas, aquilo que nós, portugueses, designamos como "perfeição" deriva de uma palavra latina que integra o verbo "fazer." Coisa "perfeita" é coisa feita completamente — acabada, portanto, a que nada falta, a que nada pode ser acrescentado.
    As capelas imperfeitas do mosteiro da Batalha são imperfeitas não por uma qualquer aberração estética, mas porque não foram acabadas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:48

      O amor, esse, então nunca pode ser perfeito?

      Eliminar