16 abril 2013

ausência


é preciso manter a terra
não chamarei um rio, nem reclamarei o céu

Sem comentários:

Enviar um comentário