17 abril 2011

espera

a espera vaza marés
e o tempo, que nem vento norte, leva alegrias, esperanças e poemas.

mas o mar escora o tempo
e isso dá alento, ainda que apenas no dia seguinte

3 comentários:

  1. Uau!


    Resume-se assim os meus últimos 4 dias!

    ResponderEliminar
  2. cheguei à conclusão que é deixar ir-nos com a maré, sem esperas nem demoras. somente ir

    ResponderEliminar
  3. E aproveitar os momentos propícios para fazer loucuras! E faze-las!

    ResponderEliminar