10 julho 2010

irmão do meio




tem muito tempo este sonho (sonho sem itálico é mesmo um sonho sério) e não entendo como tal é possível nunca ter acontecido. mas esta semana o k. (que abominava o sérgio faz bem pouco tempo; agora não. música out loud no atelier tem quase sempre destas coisas) achou que eu merecia isto, e brindou-me com a sua agenda. vou, é claro, vou. são agora cinco e meia da manhã- ando pior que um galo, mas logo tenho como certo não me faltarem as forças para saltar e o arrojo para cantar. tenho, ainda como certo, que a primeira do dia vai ser uma das muitas dele, em shuffle.

Sem comentários:

Enviar um comentário