19 abril 2010

insónia #54

quero um dia à minha medida, que a medida da vida às vezes também é obsequiosa; não sei dizer ou não quero dizer: mas a lua acende-me os olhos e as pernas jazem longe de ti.
amanhã saber ser muito melhor
(and there she goes again)

1 comentário:

  1. http://literaturagraciacantanhede.blogspot.com/

    ESTOU SEGUINDO SEU BLOG ENTRE NO MEU E ME SIGA TAMBEM,ABÇ

    ResponderEliminar