20 janeiro 2010

de trás para a frente

ver-te assim encaixada sobre ti mesma, a pouco e pouco fazendo desaparecer a pouca sombra que te resta, faz lembrá-lo tanto e tanto




Sem comentários:

Enviar um comentário