29 janeiro 2007

'body rice'







como em tudo há bom e mau. há os cinzentos, mas o preto e branco já há muito que serve pouco ao cinema. quando serve ai cuidado com ele. perder os meus quatro euros de estudante num filme mal amanhado a cores em que tudo é preto ainda vá. agora o tempo. ai esse não voa quando se olha uma alemã num filme nada orgulhosamente português que fuma cigarro atrás de cigarro e faz um tique mal amanhado com os dentes e o céu da boca quando alguém repetidamente toca a porta.
há tempos conversávamos que não fui feita para fazer coisas a sério. ou à séria se serve melhor para quem tem tiques manientos com as palavras. que para séria já basta a vida. não é sempre feia a vida. mas é quase sempre muito cómica. mas que o que for feito a partir dela seja bonito e engraçado. gosto de coisas engraçadas. de coisas bonitas também. e o alentejo é bonito. não é de esquerda fundamentalista. não é de purrada nos cães, nem de cigarros, nem de um prédio com mil andares em que o elevador pára em cada um e a gaija não sai de lá porque está deprimida e fuma cigarro atrás de cigarro. não é concerteza um alentejo de mil outras coisas que não fiquei para ver.

3 comentários:

  1. guess?18:57

    que blog rafeiro

    ResponderEliminar
  2. tiraram-te a trela para te deixar vir à internet???
    Aviso: quem encontrar uma chapinha metalica com a inscrição "guess?", por favor deixe aqui o seu contacto. é que o rafeiro parece que anda à solta....

    ResponderEliminar
  3. kakaka...
    ainda bem que alguém se chegou à frente.
    deixa lá. [e mais vale deixá-lo mesmo à solta, que assim ninguém tem trabalhos]. críticas infundamentadas não fazem fãs por aqui.

    ResponderEliminar