28 novembro 2006

today [álvaro de campos]






'Quero acabar entre rosas, porque as amei na infância.
Os crisântemos de depois, desfolhei-os a frio.
Falem pouco, devagar.
Que eu não oiça, sobretudo com o pensamento.
O que quis? Tenho mãos vazias,
Crispadas flebilmente sobre a colcha longínqua.
O que pensei? Tenho a boca seca, abstracta.
O que vivi? Era tão bom dormir!'

1 comentário:

  1. Anónimo14:16

    sim, ejns faz sentido! claro que "so far" estou em desvantagem... eu nao te vejo!
    :)

    ResponderEliminar