18 novembro 2006

a metro





é como uma manta de retalhos num tear dos antigos. faz força um para prender. outro distraiu-se com o anúncio da tvi e deixou soltar a corda. começar de novo. afinar cores. apressar o final, só para ver se cabe ou ficou bem. o truque está na calma, nos entretantos da distracção ou no afinco?

2 comentários:

  1. sandra16:41

    penso que é difícil parar quando se é preciso,é por isso que se pára quando se chega ao fim?
    nem sempre da melhor forma, nem sempre com a calma que aquilo que nos interessa merece.
    deixarmo-nos devorar pelo acessório, e perdermos de vista o que é importante. para mim é uma luta "a metro" com os sentidos. umas vezes ganhas,outras aprendes a esperar que volte a fazer sentido.

    ResponderEliminar
  2. ou então agarras esse metro e esticas com todo o afinco que as tuas forças te permitem. é que às vezes um metro 'aquece' mais do que aquilo, que à partida, podemos esperar dele.

    ResponderEliminar