08 maio 2006

com esta e com outras nem em fevereiro





era mais belo do que se podia dizer com palavras, e Aschenbach sentiu, como muitas vezes, com dor, que a palavra apenas é capaz de louvar a beleza, não de a reproduzir.
Thomas Mann, Morte em Veneza, 1913

4 comentários:

  1. graças às palavras somos capazes de encontrar o belo!!!! (gostei, vais por bom caminho!!!!!!!!!!!!!)

    ResponderEliminar
  2. como chegas a ele por algo incapaz de o reproduzir? [esquecendo o facto que mm uma reprodução n contém nunca a 'verdade' dele]

    [fiquei com vontade de ler este livro]

    ahah...isto é pior que pseudo...é psico!!!!

    ResponderEliminar
  3. Psico? e a história do telefone, já não vale mais que mil palavras?

    ResponderEliminar
  4. não confundir assuntos....aiai zé

    ResponderEliminar